Guia para Desmistificar Produtos de Sex Shop e Alavancar as Vendas

 

Em áreas urbanas diversificadas, é comum encontrar mentalidades mais abertas acerca da sexualidade e do uso de brinquedos eróticos, refletindo o estilo de vida contemporâneo. No entanto, até mesmo em ambientes mais tradicionais, incluindo cidades pequenas e entre indivíduos com mentalidade mais conservadora, persistem mitos que podem suscitar resistência.

Para superar esses estigmas, é essencial educar os consumidores, oferecendo informações de qualidade e argumentos convincentes. Clientes bem-informados tomam decisões de compra mais conscientes, tornando-se mais receptivos aos produtos destinados a adultos. Abaixo, apresentamos alguns mitos comuns e estratégias para desmistificá-los.

Mito 1: Brinquedos eróticos são exclusivos para solteiros

Desmistificação: A verdade é que pessoas em todos os estágios de compromisso podem se beneficiar dos brinquedos eróticos. Esses dispositivos são ferramentas que podem intensificar experiências sexuais em relacionamentos, introduzindo novidades e aprimorando a intimidade. Além disso, a diversidade de opções atende a diferentes gêneros e orientações sexuais.

Mito 2: Usuários de brinquedos sexuais têm problemas

Desmistificação: O uso de brinquedos sexuais não sinaliza problemas; pelo contrário, proporcionam prazer sensorial a qualquer pessoa. Vendedores, ao oferecerem produtos como vibradores, devem estar preparados para contestar esse tipo de pensamento preconceituoso com respostas sólidas e fundamentadas.

Mito 3: Brinquedos eróticos são substitutos para a presença humana

Desmistificação: É crucial esclarecer que os brinquedos eróticos não substituem a presença e a conexão humanas. Eles são projetados para aprimorar a vida sexual, não para causar problemas nos relacionamentos. Quando utilizados junto à diversão, esses produtos são adições que podem enriquecer as experiências.

Mito 4: Vibradores causam dessensibilização

Desmistificação: Ao contrário do mito, o uso de vibradores não resulta em dessensibilização. Na verdade, eles ampliam a consciência corporal, permitindo que as pessoas identifiquem suas preferências e sensações de maneira mais clara.

Mito 5: Usar brinquedos sexuais é vergonhoso

Desmistificação: Explorar a sexualidade para o bem-estar e a plenitude na vida não deveria gerar vergonha. Normalizar o prazer e a diversão contribui para uma vida sexual equilibrada e saudável. Enfrentando resistências baseadas na vergonha, é importante informar e incentivar os clientes a experimentarem pelo menos um produto.

A estratégia recomendada é preparar um discurso de venda abordando esses temas de maneira proativa, estudando sobre a sexualidade e sua diversidade. Dessa forma, será possível derrubar relutâncias com diálogos respeitosos e motivadores.

 

Erika Matos

Sobre a loja

O Bazar do Prazer é uma distribuidora de Sex Shop Localizada em Recife-Pernambuco. Nosso Propósito é possibilitar novas alternativas de negócios e de prazer para as pessoas.

Pague com
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Bazar do Prazer Industria e Comercio de produtos de Higiene Pessoal Ltda - CNPJ: 17.712.052/0001-93 © Todos os direitos reservados. 2024